Lisboa está particularmente qualificada para esta iniciativa, dada a sua tradição multicultural e o papel de charneira de Portugal na ligação da Europa com terceiros países.

Lisboa é uma cidade de encontro de culturas e de pessoas, das várias civilizações que por ela passaram. Lisboa, cidade milenar, onde o antigo e o moderno, convivem, é a cidade das sete colinas.

Ao longo dos séculos, Lisboa tem-se afirmado como um local de tolerância. Cidade de partidas e chegadas, a sua genética multicultural deu-lhe identidade, moldando-lhe as tradições, o carácter e a fisionomia. 

Hoje, a cidade das “muitas e desvairadas gentes” do tempo dos Descobrimentos experimenta novos desafios ao acolher os fluxos internacionais de imigrantes que chegam de longitudes até há pouco desconhecidas; de emigrantes que retornam ao país  com novos horizontes e renovadas experiências; de turistas que chegam e que procuram as realidades locais; de estudantes, trabalhadores e investidores impelidos pela livre circulação europeia e pela globalização, inventando aqui novas vivências.

Aliando tradição e modernidade, Lisboa é uma cidade aberta ao mundo. Essa abertura, que franqueia as portas à competitividade económica, é também construída sobre os alicerces do diálogo e da responsabilidade civilizacional. Colmatar as distâncias implica reduzir as desigualdades, cooperar pelo desenvolvimento, estender abraços solidários, superar assimetrias, combater pela paz, garantir segurança, partilhar o conhecimento e sustentar o futuro ambiental do nosso planeta comum.

É nesta Lisboa, porta de descobrimento de grande parte do mundo atual, que se abre agora uma nova entrada. É aqui que se debaterá o Desenvolvimento, à escala mundial. Desenvolvimento económico, sustentável, global. Lisboa pretende assumir-se como a capital da discussão deste tema, partindo para novos horizontes, regressando ao espírito que presidiu às descobertas, sempre com o olhar no futuro.

Por ocasião das Conferências de Lisboa, na certeza de que é pelo diálogo que se constrói a consciência planetária, a Comissão Organizadora e o Município de Lisboa em particular dão as boas vindas aos participantes, expressando os votos de sucesso no seu trabalho e de uma agradável estadia nesta cidade capital.